Eleições 2012

Começo com uma constatação: O PT é um partidão ein!? Mesmo com figurões sendo julgados e condenados no STF, foi o partido que se deu bem no 2º turno, levou São Paulo!

Sua coligação também levou Curitiba, através de Gustavo Fruet (ex-PSDB) do PDT, um dos maiores defensores da CPI que hoje condena petistas.

Aliás, falando em PSDB… Que vergonha nessas mesmas duas cidades!

Em São Paulo, o caquético José Serra podia encerrar sua carreira política agora mesmo, perder para o ex-Ministro Federal da Educação que não conseguiu fazer um único ENEM sem grandes problemas, é algo desonroso para um ex-presidenciável.

Em Curitiba, o partido do Governador do Estado Beto Richa (porque não existe PSDB, o partido é propriedade familiar do cara mesmo) sequer lançou candidatura própria e vetou a candidatura do Gustavo Fruet, que lançou-se pelo PDT e veja só, foi eleito! É o cumulo da falta de inteligência!

Em Porto Alegre PSDB e PT somados, fizeram 12% dos votos, vexatório para ambos.

Em Florianópolis o PSDB também não fez candidatura própria, mas acertou, está junto com o eleito pelo PSD Cesar Souza Júnior.

No Rio de Janeiro a obviedade, o carismático Eduardo Paes, faz com que eu nem saiba quem saiu pelo PT ou pelo PSDB, insignificantes!

Mas no cenário geral, o PT ficou com 635 prefeituras, que representam 20% de todo o eleitorado nacional.

Aí a mídia e o PSDB dizem aos quatro ventos que acreditam que Aécio Neves (PSDB) será o próximo presidente… tsc

Mas começei esta matéria elogiando o PT, então voltando ao assunto, me pergunto “qual é o segredo? Como eles fazem isso?” Eu gostaria muito de saber como é possível você ao mesmo tempo estar ferrado por improbidade administrativa, e ser eleito para cargos administrativos. Como que fizeram essa lavagem cerebral massiva? Estou precisando muito aprender isso!

Mas chega de elocubrações, vim mesmo é dividir com meus leitores bizarrices, desejando estimular questionamentos acerca do modelo político brasileiro em vigência.

Fonte das informações abaixo: www.terra.com.br

Vitória por um voto

Com pouco mais de 17 mil habitantes, a pequena Correntes, no interior de Pernambuco, teve o novo prefeito eleito com uma diferença de apenas um voto. O candidato do PSB, Edimilson da Bahia, conquistou 4.621 votos, contra 4.620 do único opositor, Nivaldo Júnior, do PR.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 93,6% dos eleitores do município – 9.241 do total – compareceram para votar, sendo que 445 (4,51%) votos foram nulos e 187 (1,89%) brancos.

Santinhos com cocaína

Uma candidata a vereadora de Itacoatiara, a 265 km de Manaus, foi presa em flagrante no dia das eleições. Segundo a Polícia Civil, Carmen Cristina da Silva Lima (PDT) estava distribuindo santinhos com cocaína para usuários da droga.

Uma aglomeração suspeita junto ao carro da candidata levou os policiais a abordar o grupo. Dentro do veículo, eles encontraram onze papelotes com pasta base de cocaína. Carmen foi encaminhada à Delegacia Interativa de Polícia.

Mesária faz campanha

Amanda Francine dos Santos Vieira foi presa no dia das eleições por fazer campanha para um candidato à prefeitura de Aracaju (SE) enquanto trabalhava em uma sessão do Colégio Estadual Presidente Juscelino Kubitschek.

Ela teria conversado com eleitores sobre o candidato antes de eles votarem. Um fiscal disse que, além do caso da mesária, discussões entre integrantes de partidos e manifestação de eleitores também tumultuaram o local de votação.

Irmã de Lula é presa por boca de urna

Candidata a vereadora em Cuiabá (MT), Lindinalva Silva (PTB) foi detida no dia das eleições acusada de fazer boca de urna em frente a uma escola municipal na capital de Mato Grosso. Irmã do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ela foi flagrada por uma juíza eleitoral distribuindo material de campanha no bairro Alvorada, onde mora.

Policiais militares foram acionados e encaminharam a candidata para detenção, mas ela acabou liberada sem ao menos assinar um termo circunstanciado.

Desempate pela idade

Ser mais velho tem suas vantagens. Em Bananal, no interior de São Paulo, dois candidatos a prefeito terminaram empatados com exatamente 1.849 votos cada um. De acordo com a legislação eleitoral, em caso como esse, o mais velho é eleito. Assim, quem levou a melhor foi Mirian Bruno (PV), que tem 62 anos, 12 a mais que o segundo colocado, Peleco (PSDB).

Situação semelhante aconteceu em Balsa Nova, no interior do Paraná. Após empate no número de votos, o prefeito da cidade também foi decidido pelo critério de desempate da idade. Na disputa, Luiz Costa (PMDB) venceu Marcos Zanetti (PDT), 18 anos mais novo.

Votos brancos ‘vencem’ eleições

Em três cidades brasileiras os votos brancos ‘venceram’ o pleito do dia 7 de outubro. Nos municípios de Cedro (CE), Bom Jesus de Goiás (GO) e Monte Alegre (RN), todos os votos concedidos aos candidatos a prefeito foram anulados pela Justiça Eleitoral e, com isso, apenas os votos brancos foram computados e divulgados pelo TSE.

Em ambos os municípios, o pleito teve cerca de 98% de votos nulos, e novas eleições podem ser convocadas. Nos três casos, a situação ocorre porque as candidaturas foram indeferidas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de cada Estado. Os processos, contudo, aguardam julgamento de recurso. Até que haja a liberação pela Justiça Eleitoral, nenhum voto válido será contabilizado.

Filho concorre no lugar do pai e vence no 1° turno

Com a candidatura barrada por causa da Lei da Ficha Limpa, Edson Moura (PMDB) resolveu repassar ao filho a responsabilidade de disputar a eleição para prefeito em Paulínia, no interior de São Paulo. A substituição, feita um dia antes do pleito, deu certo: Edson Moura Filho obteve 41,1% dos votos e venceu, no primeiro turno, o atual prefeito da cidade, José Pavan Jr. (PSB).

O pai do novo prefeito desistiu porque aguarda recursos ainda não julgados de condenações por improbidade administrativa em processos conduzidos pelo Tribunal de Justiça de São Paulo entre 2001 e 2008.

Balas com santinhos

Após denúncia de eleitores, a Polícia Federal (PF) de Campo Grande prendeu uma mulher que estava distribuindo balas com propaganda de um candidato a vereador da capital do Mato Grosso do Sul. Segundo a PF, dentro do veículo da suspeita, foram encontrados santinhos enrolados nos doces.

A mulher foi levada para a sede da PF para prestar esclarecimentos. Um advogado foi chamado e ela foi liberada após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Léo da Comunidade foge da polícia

Candidato a vereador do Rio de Janeiro, Léo da Comunidade (PTN), conseguiu fugir após ser abordado pela polícia por suspeita de boca de urna. Ao menos 40 pessoas foram detidas na Rocinha por fazer boca de urna para ele.

Léo Comunidade havia sido acusado pelo Ministério Público de ser representante do tráfico de drogas na favela da Rocinha e de trocar cestas básicas por votos. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ainda não decidiu sobre a denúncia do MP, que pede a impugnação da candidatura e que o líder comunitário seja considerado inelegível por oito anos.

Sem documento, senador não pode votar

Apesar de todos os apelos da Justiça Eleitoral em propagandas, o senador Luiz Henrique da Silveira, do PMDB de Santa Catarina, esqueceu um documento com fotografia e foi impedido de votar em Joinville.

O ex-governador chegou à escola de Escola de Educação Básica João Colin, no bairro Floresta, acompanhado da mulher e do candidato a prefeito pelo PMDB, Udo Döhler. Quando entrou na sua seção, Luiz Henrique percebeu que não tinha levado o documento. O senador foi para casa e retornou uma hora depois para votar.

Até governador se atrapalha para votar

O barulho provocado pela presença de jornalistas e aliados na sala de votação fez o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), se atrapalhar ao registrar seu voto no colégio Santo Américo, na zona sul da capital. Por causa da movimentação ao seu redor ele não conseguiu ouvir o sinal sonoro da urna ao apertar o botão

Mesário é preso por fumar maconha

Um mesário foi detido em Curitiba (PR) pela Polícia Militar por fumar maconha do lado de fora da sala de votação em que estava trabalhando. O delito ocorreu no Colégio Estadual Eni Caldeira, no bairro Bacacheri.

O mesário foi flagrado consumindo a droga por policiais e encaminhado para a delegacia local. Ele foi substituído pelo presidente da seção eleitoral.

Casal é preso com santinhos e cheque de prefeitura

Um casal de Rio Largo, a 25 km de Maceió (AL), foi preso no dia das eleições com cadastros de eleitores, ficha de filiação do PT, santinhos de um candidato a vereador e cheques da prefeitura da cidade, no valor de R$ 622.

De acordo com a Polícia Federal, que prendeu os suspeitos, os cheques estavam assinados pela prefeita Fátima Correia (PSD) e pelo secretário Municipal de Finanças, Antônio Medeiros.

Crise de pânico ao não se reeleger

Após dois mandatos como vereador de São Paulo, o cantor Agnaldo Timóteo (SP) teve uma ‘crise de pânico’ ao saber que não havia sido reeleito e precisou ser encaminhado a um hospital do Rio de Janeiro, onde acompanhava a apuração dos votos.

‘Fiquei em estado de pânico. Pânico! Fui ficando bambo, com as pernas bambas… Aí tive de ser hospitalizado, mas estava tudo bem comigo e os médicos disseram que eu só precisava descansar, eu não dormia há horas’, disse Timóteo. O cantor recebeu apenas 12 mil votos na capital paulista, menos de a metade conquistada em 2008, quando obteve cerca de 26 mil votos.

Candidato morre após apuração

Eleito para a Câmara de Vereadores de Riachão das Neves (BA), Domingos Gomes da Rocha, o Dominguinhos da Morosa morreu após a divulgação do resultado do pleito. De acordo com o diretório municipal do partido na cidade, Rocha sofreu um infarto quando comemorava a eleição para vereador.

Ele foi um dos 11 candidatos eleitos na cidade, que possui 17.177 eleitores. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ele recebeu 274 votos. Com sua morte, o suplente Fábio Dias,também do PCdoB, assumirá a vaga na Câmara dos Vereadores.

============

E para você, qual a bizarrice que mais impressionou? Presenciou outra coisa que poderia muito bem estar neste rol?

Futuramente voltarei a falar acerca do sistema eleitoral, mas por hora já está de bom tamanho.

Fáimon Coutinho
Curitiba/PR em 29, de outubro de 2012

Anúncios

Um comentário em “Eleições 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s