Evolução!? Será?

Essa é uma parábola que criei ao acaso ao me deparar com mais uma complicação legislativa depois de ter lido uma matéria sobre história antiga.

Sabe aquela sensação de “evolução” que provavelmente você tem quando estudo história antiga ou medieval? Então…Jenson Button, Rubens Barrichello

” Passaram-se mil anos e estudiosos de história do futuro descobrem que atualmente era necessário pagar o equivalente ao rendimento mensal médio da população, fazer um curso e seguir regras de um grande livro, para poder pilotar as simplórias carroças motorizadas da época além de incontáveis regras de procedimentos administrativos diferentes em cada região.

Um jovem estudante pergunta:

– Mas as pessoas faziam isso? Como elas lembravam de tantas regras a cada momento nas ruas?16262567-vetor-dos-desenhos-animados-do-motorista-com-sinais-de-trânsito-de-alerta

O professor explica que havia uma sinalização meio confusa, mas que se não fizessem tudo de acordo com as regras a cada situação acontecida na rua, poderiam ser multadas em valores representativos do salário médio do povo. Deve ter sido inclusive uma grande fonte arrecadadora dos governos da época.

E o estudante retruca:

– Mas isso tudo junto não comprometia a alimentação e a vida normal das pessoas?

Então chega a hora do professor contar que aquelas pessoas tomavam empréstimos para pagar suas despesas, então se endividavam e logo grande parte do que ganhavam ia para um organismo social chamado ‘Banco’, que guardava dinheiro e emprestava, mas cobrava de volta ainda mais dinheiro.

angeli_tributos– Mas que injusto, todo mundo toma dinheiro desse cidadão médio!?

Isso porque nosso jovem estudante ainda não estudou sobre os tributos, o sábio professor diz que inclusive esse será o tema da próxima aula, mas adianta que nessa época podiam chegar a representar metade de todo o rendimento das pessoas, de forma direta e indireta. Ou sobre inflação que fazia o preço de tudo que era consumido crescer frente ao rendimento pessoal.

– Mas o que o governo fazia em troca de todo esse dinheiro?

O professor meio encabulado confessa que ainda não descobrimos ao certo, mas que temos acesso a alguns documentos que nos fazem crer que o dinheiro era dividido entre os amigos do governante máximo.

matrix-pods1-350x249– Que crueldade! Então as pessoas não tinham direitos e liberdade para nada!?

Encerra falando o jovem no ambiente de realidade virtual enquanto seu corpo real está fixado em uma cadeira conectada na espinha dorsal e cérebro. Tal equipamento está injetando substâncias relaxantes na corrente sanguínea e em alguns outros momentos do dia uma droga que simula a felicidade.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s