Novo panelaço da classe média contra Dilma (PT)

Nessa quinta-feira (06.ago.2015) as 20h iniciou o programa partidário obrigatório no qual o PT teve 10 minutos para falar à nação, logo após ter sido pego com as calças curtas no Petrolão (Operação lava-jato) e apresentar números econômicos muito ruins e depois de medidas impopulares e denúncias de irresponsabilidade fiscal e administrativa.

Aconteceu que o PT mais uma vez fez de conta que qualquer um desses fatos são irrelevantes, ergueu o nariz, subiu no salto e andou sobre plataformas labirínticas que colocam todos os que estão em dificuldades em um fosso que nem o apresentador do programa queria olhar por mais de meio segundo.

Ignorando a angústia dos brasileiros que temem a semana que vem, ou as contas do mês que vem, falou de uma possível crise política plantada pela oposição que poderia levar-nos para a ditadura mais uma vez, isso enquanto eles do PT, arautos da benignidade, baixaram impostos, aumentaram os programas sociais e investimentos.

5 novas mentiras do programa do PT:

1. Crise Política

Não se vê nenhum movimento visando a substituição da ordem democrática estabelecida. A oposição e imprensa tem mostrado as mentiras e corrupção instalada no seio do governo, nada além de verdades. Se em algum momento essas verdades forem graves o bastante para resultar em Impeachment da Presidente, não há que se falar em crise política, mas em consolidação das instituições democráticas criadas também com o dever e poder de remover gestores eleitos (mas ímprobos) no meio de seus mandatos em prol da nação.

2. Ditadura Militar

O monstro fácil de citar depois de décadas em que os professores e a mídia mostraram apenas a face cruel do governo militar contra as guerrilhas socialistas e seus braços nos movimentos estudantis. Mas ao estudar história vemos que foi um governo democrático, inclusive com pluralidade de partidos, onde o cargo de presidente foi mantido sob o poder militar e a ordem social estava estabelecida, ser bandido, guerrilheiro ou apoiar a revolução socialista não compensava. Atualmente não existe nenhum movimento relevante que busque a intervenção militar, como havia naquela época.

3. Baixaram bilhões de impostos

Se isso fosse verdade a carga tributária média não teria ido de ~32% para ~40% nos governos petistas. Um exemplo disso são os “38bi de desoneração da folha de pagamento” que na verdade significou uma oneração da receita bruta (base de cálculo bem maior). [1] 

4. Aumentaram programas sociais

No caso daqueles de ajuda no caso de privação de renda, isso deveria ser uma vergonha, pois esses importantes programas existem desde a década de 90 e o governo ainda não foi capaz de solucionar o problema ou reduzi-lo para que as pessoas não precisem mais dessa ajuda. No caso da Educação, FIES e Prouni tiveram cortes enormes em 2015 e não atenderão metade dos alunos que atendiam antes.

5. Aumentaram os investimentos

Todos os fundos de investimentos estão contingenciados, ou seja, estão prometidos, mas não estão sendo executados porque não há dinheiro em caixa para isso, logo, é mentira.

Todas essas novas mentiras se somam as antigas de que a inflação está sob controle (maior dos últimos 12 anos) e que não seria necessário ajustes duros para 2015 e considerar isso como possibilidade era maldade do candidato da oposição, ou ainda aquela outra que eu gosto de que o Brasil está avançando (teremos PIB negativo nesse ano), ou você pode preferir aquela de que o Brasil fez os investimentos necessários em energia e agora está “baixando a conta de luz” e logo depois você está pagando o dobro de antes.

Não é por menos que os brasileiros estão criando uma nova e curiosa tradição (panelaço) de bater panelas nas janelas de suas casas durante os pronunciamentos ou propagandas na qual a Presidente da República está presente, afinal de contas, melhor ouvir panela do que mentira.

Curitiba, 07 de agosto de 2015

Fáimon Coutinho


Nota de Fim:
[1]: A CPRB criada pelo PT colocou como contribuinte até mesmo as empresas que antes não pagavam INSS patronal por não ter empregados. Aumentaram também hipóteses de incidência de PIS e Cofins, suas alíquotas na importação, forma de cobrança de IPI para alguns setores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s