Prefeituras em novas mãos em 2017

Primeiramente FELIZ ANO NOVO!!! Vida nova nas cidades pois, no 1º dia de 2017 os prefeitos eleitos no final de 2016 assumiram seus cargos e no dia seguinte já são notícia pelos mais variados motivos. Veja alguns exemplos:

João Dória (São Paulo/SP)

Um milionário empresário de São Paulo muito acostumado a lidar com a mídia até porque foi por meio dela que enriqueceu com seu trabalho, saiu às ruas com uniforme de gari e entre uma varrida e outra tirou muitas fotos sorridente passando a imagem de prefeito das massas. O futuro dirá o quão bizarro ou transformador de cultura isso foi.

Rafael Greca (Curitiba/PR)

Ele já foi prefeito na década de 90 e esteve muito a frente de seu tempo (talvez até mesmo do nosso tempo) sua politica de urbanização, cuidado social, saúde e educação ampla, gratuita e de qualidade mudou Curitiba definitivamente, até hoje vista como referência em todas essas áreas. Ele chegou para a festa da posse em um ônibus de energia limpa para mostrar que veio com intenção de levar a cidade para o futuro novamente. Mas o que será que o famoso urbanista conseguirá fazer agora com a cidade com muito menos recursos e endividada? Uma de suas primeiras medidas foi suspender a tradicional oficina de música que acontece sempre em janeiro, a princípio por um bom motivo, o dinheiro será usado para ações de saúde emergenciais.

⊕ Atualização (1h depois da publicação): Segundo a CBN o bom velhinho Rafael Greca foi internado no hospital depois da posse por conta de um coagulo de sangue nos pulmões.

Adeliana Dal Pont (São José/SC)

Depois de reeleita ano passado autorizou a empresa de lixo da cidade a emitir cobrança de taxa de 2007 quase prescrita (10 anos atrás com o maior jeito de zumbi vindo das profundezas atemorizar as pessoas). Isso é fruto de um processo judicial que questionou a cobrança nos últimos anos mas que já havia resultado em decisão que autorizou a cobrança no ano passado…. mas, era ano eleitoral e no melhor estilo Dilma ela pensou “melhor apresentar a fatura depois dos votos”. A cobrança venceu no fim de dezembro e quem não pagou o valor corrigido provavelmente enfrentará cobrança judicial assim que o Tribunal de Justiça retornar das férias.

Marcelo Crivela (Rio de janeiro/RJ)

Publicou 80 decretos no primeiro dia de trabalho, demitiu todos os ocupantes de cargos comissionados da prefeitura e deu prazo de 20 dias para os órgãos da administração indireta extinguir 50% dos cargos de confiança. Alardeou isso aos quatro ventos, mas essa é uma ação comum quando um prefeito de outro partido assume, pois, normalmente irá substituir os cargos de confiança do prefeito anterior pelos de sua confiança… Ficaremos de olho nisso senhor Crivela.

Rogério Lins (Osasco/SP)

Saiu da cadeia e em 48 horas estava assumindo a cadeira mais importante da politica municipal. Parece enredo de HQ do Batman, ou algo assim, mas é verdade e tupiniquim. Sua prisão era preventiva pois é investigado pelo Ministério Público em acusação de ter utilizado funcionários fantasmas quando ainda era vereador. Ele nega e diz que pode provar, acompanharemos esse injustiçado ou fanfarrão prefeito de Osasco também.

Mais algum “causo”?

Conta para mim nos comentários aqui ou no facebook, ou ainda por mensagem particular no facebook também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s